POESIA NO ASFALTO

Imagem

Chorei a solidão
quando você, insensível,
abandonou minha poesia.
E versos de dor
brotaram do asfalto.

Clau Assi

Direitos reservados

Anúncios

5 responses

  1. Mírian Warttusch | Responder

    Sua sensibilidade se retrata fielmente nos versos que escreves, minha doce poeta! Amei!

  2. Tua estrada, Clau Assi, é maravilhosa!

  3. maria josé de araujo | Responder

    amei ..vc tem ternura nas palavras

  4. muita sensibilidade em teu poema Clau,um dos que mais gosto!!

    1. Suave e bruto,… o choque à quem se destina tais palavras me parece que a faz pensar arrependidamente por se render à partida.
      Gostei.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: