ALVORADA

Imagem

O prata nos deixa,

obediente gueixa

que ao dourado se entrega,

cede à manhã e à esperança, sua colega.

Invadindo o meu, o canto do passarinho

surpreende-me entre seda e linho

aconchegada em teus braços,

meu eterno espaço.

 

Clau Assi

(Direitos reservados)

Anúncios

6 responses

  1. Claudete Silveira | Responder

    Clau Assi, teu versejar encanta-me e não é de hoje. Saudades dos nossos tempos de Planeta Literatura quando escrevíamos juntas no Mural. Delicioso aquele tempo.
    Parabéns!
    Beijos!

  2. q lindO aqui… tenho q voltar mais vezes…
    texto leve e de um lirismo… lindO!
    bj na alma! perfumada…

  3. Clau, sua poesia é sutil. Lindíssimo esse seu estilo leve e clássico. Parabéns.

  4. Oi amada,
    Lindo teu cantinho,
    você é linda, agradável.
    Beijos
    Eu! Leilinha

  5. Perfil intringante os traços do poema… cheio de quebras sintaticas … lacunas a serem percebidas e preenchidas pela subjetividade leitora…interessnte Clau, parabéns!!

  6. Clau é a suavidade
    de quem escreve com o toque
    do carinho, num estilo
    breve, leve, aconchegante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s