COLCHA DE RETALHOS

colcha retalhos_poesia

Dentro de mim pulsa um coração.

Rodeado por retalhos coloridos:

desatinos, jugos e erros;

prudências, permissões e acertos.

Colcha de mim,

que adorna o leito

onde minh’alma se abriga.

 

Clau Assi

Anúncios

10 responses

  1. Lindo, Clau. Delicado e profundo.

  2. Que bonito. Gostava de poder dar a este poema todos os elogios que merece, mas de poesia eu não percebo nada e qualquer palavra que dissesse parecia demasiado brusca para as palavras tão delicadas que usou. Adorei. Continue! 🙂

    1. Que lindo seu comentário. Muito feliz com ele. Encantada. Muito obrigada. Venha sempre.

      1. Não tem que agradecer, disse apenas a verdade. 🙂

  3. Ah, e que bela colcha. Abrigo perfeito para almas ávidas de versos bordados com esmero e ternura. Fã, fã! Saudade GIGANTE, Poesia. Beijo sereno, Clau querida!

    1. Que lírico…que lindo… que adorável.

  4. Gosto imenso quando um verso vai para dentoe e la fica, como se fosse inverno e eu pudesse me envolver em uma manta, tendo em moas uma xicara de cha.

    Grazie.

    1. Sente-se,querida. Fique à vontade. Puxa a cadeira. Tem chá e se tiver frio use a manta. A casa é nossa!! 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: