JORNADA

clau e théo

(Ao poeta e amigo Théo Drummond)

 

De poesias e sonhos, seus dias;

de batalhas e conquistas, a vida.

Não mais, nem menos se fazia;

homem, poeta, amigo

– humano, apenas.

 

De 1927 a 2015.

Longa jornada, dirão,

a mim tão curta pareceu.

 

E hoje, de versos atados,

estrofe sem rima,

deixo que as lágrimas

lavem a saudade

e gritem gratidão.

 

Clau Assi

Março/2015

 

Descanse em paz, Théo Drummond  (* 04/02/1927   + 21/03/2015)

Anúncios

7 responses

  1. filosofaresidente | Responder

    Bonita homenagem. Ser recordado assim significa que era um Ser Humano sensível que contribuiu para melhorar a vida de quem o rodeava. 🙂

    1. Sim, o poeta Théo Drummond era muito querido por todos que o conheciam. Deixará saudades e boas lembranças. Obrigada pela visita.

  2. Que bela e justa homenagem. Cheia de propriedade na ternura de uma jornada compartilhada exemplarmente. Certamente acolhida com gosto no eterno pelo poeta eternizado. Parabéns, Clau, pelo exemplo, sempre. Ser grato é virtude de poucos. Beijo sereníssimo, Poesia.

  3. Clau, parabéns pela linda homenagem ao nosso querido amigo Théo. Lá do plano superior ele deve estar feliz e sua poesia fica, para nos dizer que vale a pena.

    1. Obrigada. Sim, lá do plano eterno ele saberá do meu carinho. Beijo ternurento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: