JORNADA

clau e théo

(Ao poeta e amigo Théo Drummond)

 

De poesias e sonhos, seus dias;

de batalhas e conquistas, a vida.

Não mais, nem menos se fazia;

homem, poeta, amigo

– humano, apenas.

 

De 1927 a 2015.

Longa jornada, dirão,

a mim tão curta pareceu.

 

E hoje, de versos atados,

estrofe sem rima,

deixo que as lágrimas

lavem a saudade

e gritem gratidão.

 

Clau Assi

Março/2015

 

Descanse em paz, Théo Drummond  (* 04/02/1927   + 21/03/2015)

Anúncios

7 responses

  1. filosofaresidente | Responder

    Bonita homenagem. Ser recordado assim significa que era um Ser Humano sensível que contribuiu para melhorar a vida de quem o rodeava. 🙂

    Gostar

    1. Sim, o poeta Théo Drummond era muito querido por todos que o conheciam. Deixará saudades e boas lembranças. Obrigada pela visita.

      Gostar

  2. Que bela e justa homenagem. Cheia de propriedade na ternura de uma jornada compartilhada exemplarmente. Certamente acolhida com gosto no eterno pelo poeta eternizado. Parabéns, Clau, pelo exemplo, sempre. Ser grato é virtude de poucos. Beijo sereníssimo, Poesia.

    Gostar

  3. Clau, parabéns pela linda homenagem ao nosso querido amigo Théo. Lá do plano superior ele deve estar feliz e sua poesia fica, para nos dizer que vale a pena.

    Gostar

    1. Obrigada. Sim, lá do plano eterno ele saberá do meu carinho. Beijo ternurento.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: