METADES

metades_poesia_amor

O grito no peito, ignoramos.

Não me chamas…

Não te chamo…

E, então, nos perdemos.

Em metades morremos.

 

Clau Assi

Anúncios

4 responses

  1. Era a metade de mim,
    apenas uma metade de mim.

    Lindo poema.

    Liked by 1 person

    1. Obrigada, fico feliz que tenha gostado.

      Liked by 1 person

  2. Mais um lindo poema para deleitar nossos corações em dias tão dolorosos, amiga. Aliás ,essa é a função do poeta: deixar o mundo mais colorido. Parabéns, sucesso sempre! Bjs!

    Liked by 1 person

    1. Obrigada, Zilda. Grande beijo ternurento.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: