LIBERDADE

poesia_liberdade_amor

Para que a palavra voe

e pouse

em gesto de candura,

foge a flor

da cerca tirana.

Canta ao mundo

que a liberdade não tem fronteiras.

 

Clau Assi

Anúncios

4 responses

  1. Que abra os braços sobre nós

    1. Que assim seja, Mariel!! Beijo ternurento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: